Projetos

1. Estimulação do Desenvolvimento Infantil:

O Projeto atende a crianças de 6 meses a 6 anos com atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. A partir do projeto, as crianças têm acesso à avaliação / reavaliação dos atrasos, sessões de atendimento individual ou em grupo; acompanhamento nutricional e pesagem; oficinas de saúde bucal; passeios e festividades.

As famílias participam de oficinas temáticas e produtivas; recebem visitas de orientação técnica (para continuidade dos exercícios de estimulação da criança em casa); encaminhamento das crianças aos serviços públicos de referência, em casos diagnosticados mais graves. O Projeto Estimulação do Desenvolvimento Infantil foi Certificado como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil (2001) e Premiado pelo Itaú FIES 2007.

 canon-gacc-361        canon-gacc-074

2. Educação Integrada:

O objetivo do Projeto Educação Integrada é facilitar a aprendizagem, o desenvolvimento dos aspectos cognitivos, afetivos e físicos de crianças e adolescentes de 6 a 17 anos, em situação socioeconômica vulnerável, inseridos no ensino fundamental, que apresentam baixo rendimento escolar ou dificuldade no processo de aprendizagem.

Implantado nos municípios Fortaleza, Granja, Parambu e Várzea Alegre, o Projeto desenvolve ações que favorecem a formação humana, cidadã e crítica de crianças e adolescentes; promove o envolvimento da família e da escola. As principais atividades são: orientação às tarefas escolares; oficinas de integração social e saúde, incentivo à leitura e escrita, raciocínio lógico, comunicação e expressão, arte, cultura, esporte; passeios; festividades. As famílias participam de oficinas temáticas e produtivas, apóiam a preparação do lanche das crianças, e recebem visitas mensalmente. No Projeto Educação Integrada desenvolve-se as seguintes ações:

Educação, Cidadania e Arte:

Complementar o Projeto Educação Integrada, atende adolescentes, de 13 a 16 anos, em situação de vulnerabilidade socioeconômica, provenientes de famílias de baixa renda. Objetiva promover a inclusão social de adolescentes, com ações de arte,cultura, esporte, convivência familiar e comunitária.

Realizadas no contraturno escolar, as atividades sócio-culturais contemplam: oficinas temáticas, esportivas, de música, dança,noções de teatro, leitura e produção textual; encontros com famílias; visitas
domiciliares e escolares; multiplicação de oficinas temáticas pelos adolescentes participantes – cidadania, cultura e paz, prevenção às drogas, protagonismo juvenil; apresentações nas comunidades. Caravana artística, com apresentações dos adolescentes, realizada nas comunidades com envolvimento dos beneficiários, parceiros e representantes de equipamentos e serviços locais – CRAS, CREAS, postos de saúde, escolas.

Espaços do Brincar:

O Espaço do Brincar é uma estratégia implementada pelo Gacc que contribui para desenvolver a inteligência, a criatividade e a sociabilidade das crianças e adolescentes. É um espaço criativo, lúdico e alegre, com possibilidades de exploração de brinquedos diversos, utilizados como instrumentos e ferramentas para  enriquecer a aprendizagem. Nos Espaços do brincar são desenvolvidas atividades que exploram situações cotidianas, como por exemplo: educação no trânsito, orientações aos pedestres (utilização de carrinhos e circuitos); higiene e cuidados pessoais (utilização de bonecas, acessórios, etc); prevenção de acidentes domésticos (utilização de fogões, panelinhas, casinhas de bonecas); operações básicas na compra e venda de brinquedos (simulação de lojinhas), entre outras.

selo   img_3806

3. Educação Divertida: 

O projeto Educação Divertida objetiva ampliar possibilidades de desenvolvimento cognitivo, humano e social de crianças e adolescentes, promovendo espaços lúdicos de aprendizagem dentro da escola. É desenvolvido em Fortaleza, Granja, Parambu e Várzea Alegre, a partir das necessidades das escolas parceiras. São de três tipos de oficinas disponibilizadas no projeto:

Brincar e Aprender: trabalha a alfabetização e o raciocínio lógico matemático com crianças de 6 a 7 anos – no 1º e 2° anos, em dificuldade de aprendizagem. Os encontros acontecem 03 vezes ao mês, durante 50 minutos; com grupos de até 05 crianças.

As atividades são desenvolvidas de forma lúdica. As educadoras envolvem as crianças em brincadeiras voltadas ao processo de alfabetização e raciocínio lógico matemático. Para isso, utilizam jogos, dinâmicas, músicas, dramatização.

Atitudes do Bem: atende crianças entre 7 e 9 anos com dificuldades  de convivência, socialização e de seguir regras. Os encontros ocorrem em grupos com uma média de 20 crianças cada, são mensais e têm duração de 50 minutos.

São abordados: amor, amizade, humildade, paciência, tolerância, solidariedade, cooperação, verdade, paz, respeito, união, responsabilidade, compromisso e gentileza. Jogos, brincadeiras, dinâmicas, músicas, dramatização, contação de histórias, produção de pequenos textos e cartazes, prática de exercícios relacionados aos valores, são utilizados como meios para aprendizagem dos temas.

Ser Adolescente: As oficinas de formação humana e cidadã são desenvolvidas com adolescentes de 12 a 15 anos, inseridos no 6º e 9º anos do Ensino Fundamental. Visam favorecer a formação de valores, cultura e paz e prevenção as drogas, projeto de vida e protagonismo juvenil, promovendo atitudes de respeito, solidariedade e tolerância entre o público beneficiado.

     

4. Tenda da Leitura:

O Projeto Tenda da Leitura atende a crianças e adolescentes, de 3 a 17 anos, engajados nas ações desenvolvidas nas comunidades. Tem como objetivo garantir o acesso às fontes de cultura propiciando a crianças e adolescentes a oportunidade de desenvolverem o hábito da leitura e de adquirirem conhecimentos, habilidades e competências imprescindíveis ao bom desempenho escolar e formação para a vida.

As atividades do Projeto são: a leitura livre e dirigida; a contação de histórias, a dramatização; a musicalidade; a produção textual; o empréstimo de livros; a mostra literária. O Projeto Tenda da Leitura foi Certificado como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil (2011) e Premiado pelo Criança Esperança 2007.

sam_0344

5. Programa Jovem Aprendiz:

O Gacc é responsável pela operacionalização do Programa Petrobras Jovem Aprendiz, financiado pela Petrobras / LUBNOR (Lubrificantes e Derivados de Petróleo Nordeste), com parceria do SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). O Programa Jovem Aprendiz – PPJA é um programa educacional inovador para jovens (de 17 a 21 anos) em situação de pobreza e miséria, que articula de forma criativa a educação básica com as qualificações social e profissional, visando promover sua inclusão social e contribuir para sua melhor inserção no mundo do trabalho.

Promove a formação de jovens através de oficinas de formação humana, política, cidadania, meio ambiente, direitos trabalhistas, responsabilidade social; de curso de qualificação profissional; vivências em empresas; e a intermediação dos jovens qualificados com as vagas no mundo do trabalho.

jovem

6. Cursos profissionalizantes:

Voltado à preparação de jovens e adultos para a atividade profissional, o Gacc estabelece parcerias com organizações sociais, instituições treinadoras, Sistema S para qualificação. Realiza a organização, preparação e acompanhamento dos alunos durante e após o curso.

petro

7. Balcão Comunitário de Empregos:

Espaço de atendimento às pessoas que procuram inserção no mundo do trabalho, o Balcão Comunitário de Empregos realiza cadastros de profissionais e de empresas, orientando-os para o ingresso no mercado formal e/ou informal; oficinas do Serviço de Orientação ao Trabalho- SOT – para alunos de curso, comunidade e estudantes de escolas públicas; contatos, visitas e cadastros de empresas com o objetivo de captar vagas; encaminha profissionais às vagas de trabalho identificadas; acompanha os colocados em atividade laboral, por até 1 ano.

Além da colocação no mercado formal, trabalha o fomento às iniciativas de trabalho autônomo, individual e coletivo; e empreendedorismo.

balcao1(1)


Municípios em Atendimento

Fortaleza (Bairros Jardim União/Passaré, Antônio Bezerra e Mucuripe);
Granja;
Parambu;
Várzea Alegre.

Projetos Finalizados

1. Apoio a Creches Comunitárias;
2. Agentes de Saúde Comunitários;
3. Grupo Criança para Criança;
4. Grupos de Adolescentes;
5. Reforço Escolar;
6. SOS ATM – 2000 a 2001;
7. POMMAR – 2000;
8. Cooperação Internacional Belga – Volens – 2001 a 2005;
9. Capacitação profissional – Energias Renováveis – Instituto de Desenvolvimento de Energias Renováveis – 2001;
10. Alfabetização de adultos;
11. Projeto Escola de Informática – Comitê de Democratização da Informática;
12. Formação de lideranças comunitárias;
13. Prevenção à violência urbana e promoção da cidadania – 1999 a 2002;
14. Projetos de Desenvolvimento Rural no Estado do Ceará – 1999 a 2004;
15. Programa Comunidade Solidária – 1999 a 2001;
16. Balcão Comunitário de Empregos – Banco do Nordeste do Brasil – 2004;
17. Projetos de Qualificação – Plano Estadual de Qualificação – Secretaria de Trabalho e Ação Social do Ceará;
18. Plantão Social;
19. Projeto Amar em Segurança – prevenção às DST/HIV/Aids – Ministério da Saúde;
20. Projeto Educaids – prevenção às DST/HIV/Aids – Ministério da Saúde;
21. Prevenção Bem Bolada – prevenção às DST/HIV/Aids – Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza;
22. Fazer Solidário – Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Fortaleza – 2005;
23. CredJovem – Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Fortaleza – 2006;
24. Programa Consórcio Social da Juventude – 2005 a 2006;
25. Mulher em Expressão – Secretaria Especial de Política para Mulheres – 2005 a 2006;
26. Projeto Galera Cidadã – Essor/União Européia – 2006 a 2008;
27. Projeto “Fortalecimento da Agricultura Familiar com Unidades Produtivas Agroecológicas e Assistência Técnica a Jovens Rurais Visando o Desenvolvimento Territorial no Estado do Ceará” (Territórios de Itapipoca e Sertão de Canindé) – 2008 a 2013;
28. Educação, Cidadania e Arte – 2012 – Embaixada da Austrália;
29. Desafio de Aprender – 1999 a 2006 – Essor;
30. Ressignificando o Aprender – 2007 a 2011 – Groupe Développement / Acting
for Life.