Grupo de Apoio ás Comunidades Carentes realiza Encontro de Avaliação e Planejamento
Gacc promove atividades durante a Semana Internacional  da Convenção sobre os Direitos da Criança

Gacc promove atividades durante a Semana Internacional da Convenção sobre os Direitos da Criança

 

“Sou criança, eu tenho diretos! Respeitar, proteger e garantir. SEJA VOCÊ TAMBÉM UM DEFENSOR!”

Adotada em assembléia geral da ONU em 20 de novembro de 1989 a Convenção Sobre os Direitos das Crianças foi ratificada por mais 198 países e até hoje segue sendo um dos principais eventos em defesa de nossas crianças, a data passou a ser o dia Internacional de Direito das Crianças.

O Gacc, ong que atua na promoção e garantia dos direitos da criança, realizou entre os dias 13 e 20 de novembro, nas comunidades onde atua em Fortaleza (Jardim União, Antônio Bezerra e João Paulo II) e nos municípios (Parambú, Várzea Alegre e Granja) momentos com: oficinas, brincadeiras, rodas de diálogos, mediada pelo conselho tutelar (em algumas das comunidades), encerrando as atividades com ato público, “Caravana Artística”. Vale ressaltar que o evento está vinculado a Rede Aldin, da qual o Gacc faz parte, portanto estas mobilizações foram realizadas em outras partes do mundo.

As atividades tiveram como objetivo orientar às crianças e adolescentes atendidos nos projetos desenvolvidos, assim como sensibilizar seus familiares e a comunidade como um todo em favor da defesa dos direitos.

Sobre a Caravana Artística

Caravana Artística, caminhada pelas principais ruas da comunidade, foi o modo encontrado para chamar atenção das pessoas sobre os direitos e deveres das crianças propondo um momento de interação delas com a comunidade.

As crianças preparam durante a semana nas oficinas, poesias, música, cartazes e peças teatrais que são utilizadas durante a caravana.

Sobre a Rede ALDIN

A Rede ALDIN foi criada em abril de 2014 na cidade de Tegucigalpa, Honduras, em um encontro organizado pela associação Partage – França, com representantes de organizações parceiras na América Latina: Associação Compartir de Honduras, GACC do Brasil, Fundação San Juan de Jerusalén e INEPE de Equador. Desde então, o Partage e as instituições envolvidas na Rede Aldin promovem todo ano no aniversario da convenção, essa manifestação pública, sensibilizando a população para a garantia dos direitos da criança.

Formada na França, em junho de 2007, com delegados de 32 associações de 20 países da África, América Latina, Ásia e Europa. Sua missão é impulsiona processos de participação ativa e comprometida de todas as pessoas a favor da justiça, equidade de gênero e a sustentabilidade social e ambiental com alternativas inovadoras para cuidar da vida em todas suas expressões e promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e suas comunidades.

 

 

Tecnologia social Atitudes do Bem de FORTALEZA (CE) é certificada pela Fundação BB

Tecnologia social Atitudes do Bem de FORTALEZA (CE) é certificada pela Fundação BB

Um total de 173 iniciativas ganharam o reconhecimento e irão compor o Banco de Tecnologias  Sociais da Fundação Banco do Brasil

Saiu o resultado da primeira fase de classificação para o Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil. A tecnologia social Educação Divertida – Atitudes do Bem é uma das 173 consideradas aptas a receber a certificação no ano de 2017, de um total de 735 iniciativas inscritas. Esta é a nona edição da premiação, que tem o objetivo de levantar projetos sustentáveis que possam ser reaplicados em diversas comunidades.

A triagem foi realizada por uma comissão composta pela equipe técnica da Fundação BB, que obedeceu aos critérios do regulamento para chegar às propostas selecionadas. Dentre os requisitos solicitados estavam: o tempo de atividade, as evidências de transformação social, a sistematização da tecnologia, a ponto de tornar possível sua reaplicação em outras comunidades, e o respeito aos valores de protagonismo social, respeito cultural, cuidado ambiental e solidariedade econômica.

As propostas inscritas foram classificadas em seis categorias nacionais, das quais foram validadas 15 tecnologias na categoria Agroecologia, 27 em Água e/ou Meio Ambiente, 11 em Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital, 40 em Economia Solidária, 52 em Educação e 16 em Saúde e Bem Estar. Na categoria internacional foram classificadas 12 propostas.

Com a certificação, as tecnologias passam a compor o Banco de Tecnologia Social (BTS) da Fundação BB, que agora conta com 995 iniciativas aptas para reaplicação. O BTS é uma base de dados online, que reúne metodologias reconhecidas por promoverem a resolução de problemas comuns às diversas comunidades brasileiras. Neste banco, todas as tecnologias sociais podem ser consultadas por tema, entidade executora, público-alvo, região, UF, dentre outros parâmetros de pesquisa. Para consultar o banco basta acessar o endereço eletrônico: tecnologiasocial.fbb.org.br. Também é possível consultar este banco de dados por meio do aplicativo de celular “Banco de Tecnologias Sociais”, disponível para aparelhos Android e IOS.

Para o presidente da Fundação Banco do Brasil, Asclepius Soares, a certificação de um projeto com o selo “Certificada Fundação BB” garante mais visibilidade para a iniciativa, além de fortalecer o conceito para sua reaplicação em outras localidades do país. “Nosso objetivo é melhorar a vida das pessoas através do reconhecimento e da reaplicação de tecnologias sociais que já deram certo em diversas localidades. Aproximamos a sabedoria popular ao conhecimento técnico para proporcionar o desenvolvimento social em escala”, explicou.

A próxima etapa do Prêmio está prevista para o dia 15 de agosto, com a divulgação dos projetos finalistas. Já as propostas vencedoras serão anunciadas na cerimônia de premiação, em novembro.

Neste ano, a Fundação BB irá premiar com R$ 50 mil cada uma das seis iniciativas vencedoras nas categorias nacionais, além da entrega de um troféu e a produção de um vídeo retratando as iniciativas das 21 instituições finalistas nacionais e das três finalistas internacionais.

Esta edição tem a cooperação da Unesco no Brasil e o apoio do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Banco Mundial, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).?

Categoria Internacional

Pela primeira vez, a Fundação BB abriu inscrições para iniciativas dos países da América Latina e do Caribe. Elas concorrem na premiação internacional. Deste grupo, 12 receberão a certificação. As tecnologias sociais desta categoria também irão compor o BTS após tradução dos projetos para o português.

Sobre Educação Divertida – Atitudes do Bem

Atitudes do Bem é uma tecnologia desenvolvida por oficinas, em escolas públicas do Ceará e recebe o apoio de um de nossos parceiros sociais, o Partage. Integra o Projeto Educação Divertida que visa ampliar possibilidades de desenvolvimento cognitivo, humano e social de crianças e adolescentes, promovendo espaços lúdicos de aprendizagem dentro da escola. As oficinas Atitudes do Bem favorecem a formação cidadã e de valores, estimulando atitudes positivas, aprendizagem coletiva sobre cidadania e cultura de paz, melhor relacionamento entre crianças e adolescentes no ambiente escolar e familiar. As oficinas são mensais, têm duração de 50 minutos, com grupos de 25 crianças do Ensino Fundamental. A sala torna-se espaço de diálogo e vivência dos valores.

 

Confira o regulamento do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social

 

Assessoria de Comunicação da Fundação BB:

Dalva de Oliveira: 61 3104-4667 – Fabiana A. Vieira: 61 3104-4658 – Paula Crepaldi: 61 3104-4683
www.fbb.org.br / twitter.com/fundacaobb / facebook.com/fundacaobb / youtube.com/fundacaobb
instagram.com/fundacaobb

 

Educação é o Caminho – 12 de Junho Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil

Educação é o Caminho – 12 de Junho Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil

O trabalho infantil é proibido no Brasil pela Constituição Federal de 1988. Ainda assim, 2,7 milhões de crianças e adolescentes brasileiros estão em situação de trabalho, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2015. A pesquisa aponta ainda que 2,8 milhões de crianças e adolescentes de 4 a 17 anos estão fora da escola.

Com aumento gradativo nos casos do trabalho infantil (em 2014 eram 70 mil crianças de 5 a 9 anos trabalhando e em 2015 esse número alcanço 79 mil crianças na mesma faixa etária), e com a redução ainda em menor ritmo, o Brasil não conseguirá cumprir a meta dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU de eliminar todas as formas de trabalho infantil até 2025. O Brasil também não foi capaz de cumprir a meta de eliminar as piores formas de trabalho infantil em 2016, compromisso firmado com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 2006 e reforçado na Conferência de Haia, em 2010.

A garantia da educação de qualidade até os 17 anos é fundamental para erradicar o trabalho infantil e outras formas de exploração de crianças e adolescentes.  É partindo dessa premissa que o Gacc e seus parceiros são agentes de fortalecimento da educação proporcionada pela escola, agindo por meio de projetos que funcionam no contra turno escolar.

Acessem o site e leiam mais www.fnpeti.org.br

Seja um Defensor – 18 de Maio Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes
Semana Internacional  da Convenção sobre os Direitos da Criança

Semana Internacional da Convenção sobre os Direitos da Criança

“Seja pai, mãe, tio, vizinho ou avô, seja responsável, SEJA UM DEFENSOR!”

Adotada em assembleia geral da ONU em 20 de novembro de 1989 a Convenção Sobre os Direitos das Crianças foi ratificada por mais 198 países e até hoje segue sendo um dos principais eventos em defesa de nossas crianças, a data passou a ser o dia Internacional de Direito das Crianças.

O Gacc sendo uma das ong’s que defende fortemente esses direitos e faz parte da Rede ALDIN, que realiza anualmente atividades em alusão a convenção, realizará entre os dias 21 e 25 de novembro nas comunidades onde atua, momentos com oficinas, brincadeiras, rodas de diálogos com o tema “Seja um Defensor”, mediada pelo conselho tutelar, e o momento de culminância com intervenções de rua, a “Caravana Artística – Eu tenho direito”.

Ao todo duas comunidades em fortaleza (Antônio Bezerra e Jardim União) e em outros três municípios (Parambú, Várzea Alegre e Granja) receberão essas atividades que visam promover a conscientização das crianças, famílias e comunidades a cerca de direitos (educação, moradia, lazer) e deveres (bom desempenho nos estudos, respeito, zelo pelos espaços) das crianças, o papel de cada um desses agentes na manutenção desses direitos e alertas de como proceder diante de qualquer ação que possam ameaça-los.

Sobre a Caravana Caravana Artística

Caravana Artística foi o modo encontrado para chamar atenção das pessoas sobre os direitos e deveres das crianças propondo um momento de interação delas com a comunidade.

Como forma de culminância as crianças preparam durante a semana nas oficinas, poesias, música, cartazes e peças teatrais que serão mostrados nas ruas das cinco comunidades de atuação do Gacc, na próxima sexta-feira (25) em forma de passeata em pró dos direitos.


EM FORTALEZA

Data: 25 de Novembro de 2016

Local 1: ACECAB – Centro Comunitário de Antônio Bezerra – Rua 04, nº1015 – Parque Boatã – Antônio Bezerra.

Horário: 16h

Local 2: ACAC – Associação de Apoio Comunitário de Ação e Cidadania – Avenida Mura Matos, 1396 – Jardim União

 Horário: 8h


NO INTERIOR

Data: 21 de Novembro de 2016

Local 1 – Várzea: ACOMVA – Associação Comunitária de Várzea Alegre – Rua Gonçalves Dias, 161 – Centro

Horário: 7h   e 13h

Data: 25 de Novembro de 2016

Local 2 – Granja: AACG – Associação de Apio Comunitário de Granja – Rua Maestro Ciro Ciarlene, 380 – São Pedro

Horário: 7h30 e 15h30

Data: 25 de Novembro de 2016

Local 3 – Parambú: ADECOMP – Associação de Desenvolvimento Comunitário do Município de Parambú – Rua José Arteiro, 01 – Centro

Horário: 7h30


Sobre a Rede ALDIN

A Rede ALDIN foi criada em abril de 2014 na cidade de Tegucigalpa, Honduras, em um encontro organizado pela associação Partage – França, com representantes de organizações parceiras na América Latina: Associação Compartir de Honduras, GACC do Brasil, Fundação San Juan de Jerusalén e INEPE de Equador.

Formada na França, em junho de 2007, com delegados de 32 associações de 20 países da África, América Latina, Ásia e Europa. Sua missão é impulsiona processos de participação ativa e comprometida de todas as pessoas a favor da justiça, equidade de gênero e a sustentabilidade social e ambiental com alternativas inovadoras para cuidar da vida em todas suas expressões e promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e suas comunidades.

4   3   1 logo-cravana-2016

Fotos Caravana Artística 2015    

Gacc promove evento sociocultural e lança campanha

Gacc promove evento sociocultural e lança campanha

O Grupo de Apoio às Comunidades Carentes – Gacc promoveu na ultima terça-feira (25) a primeira edição do evento sociocultural intitulado “Eu SHOW Estimulador”. A iniciativa tem a intenção de promover a arte local, sensibilizar doadores para projetos sociais e trocar experiências do fazer social.

O evento aconteceu no Teatro Sesc Emiliano Queiroz e contou como uma programação contemplou apresentação de iniciativas culturais de instituições com vínculo social, como o Coral Infantil do Piamarta (Itaitinga) e a Banda Juvenil de Percussão do Núcleo de Apoio Comunitário do Jardim União.

Além das crianças e jovens, o Coral do IFCE trouxe apresentação de seu novo projeto com músicas autorais do cantor e compositor cearense Belchior. A cantora e atriz Viviane Brasil fechou a noite com uma pequena mostra de seu álbum “Me Abracem”.

Outra proposta do evento foi o lançamento da Campanha de Financiamento Coletivo Estimuladores do Desenvolvimento Infantil, iniciativa do Gacc, na plataforma Catarse.

O evento teve a entrada solidária, ficando a critério do público doações de qualquer valor, a serem destinadas para o projeto Estimulação do Desenvolvimento Infantil.

SOBRE A CAMPANHA

A Campanha acontecerá entre os dias 25 de Outubro a 30 de dezembro de 2016, única e exclusivamente online, via plataforma Catarse. Na plataforma, o doador conhecerá melhor o projeto, a forma de doação e as recompensas oferecidas para cada doação. O valor mínimo é de R$ 10,00. Os valores podem ser pagos por meio de cartão de crédito ou boleto bancário.

     img_6016

img_5921     14886105_1296024833755602_1259352135_n

 Foto: Monique Amaral

Vejam mais fotos do evento:  Aqui

06 DE AGOSTO – Dia Nacional dos Profissionais de Educação

06 DE AGOSTO – Dia Nacional dos Profissionais de Educação

UM TRABALHO DE DEDICAÇÃO QUE NÃO PODE PARAR E AINDA TEMOS MUITO A FAZER – Estudo da UNESCO aponta que 263 milhões de crianças e jovens estão fora da escola.

Fontes: Portal EBC e Site ONUBR.   Edição: Comunicação Gacc.

Atividade de Sala JUFoto: Projeto Educação Integrada

Um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): educação inclusiva, equitativa e de qualidade, ainda é um grande desafio para o mundo, pois países que se comprometeram em dar educação de primeiro e segundo grau a todas as crianças até 2030, devem correr com ações efetivas se quiserem atingir o objetivo.

Segundo relatório apresentado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO),  263 milhões de crianças e jovens de todo o planeta – o equivalente a ¼ da população européia – estão fora da escola, sendo que a África Subsaariana tem as maiores taxas de exclusão.

Os dados apontam que 61 milhões de crianças estão fora do ensino primário (6 a 11 anos), 60 milhões não frequentam o ensino fundamental  (12 a 14 anos) e 142 milhões de jovens de 15 a 17 anos não estudam. Esta é a primeira vez que alunos do ensino fundamental são incluídos na pesquisa.

Segundo o documento, as maiores barreiras para limitar o acesso a educação estão ligadas a gênero, localização, riqueza e conflitos armados. Em todo o mundo, 22 milhões de crianças (6 a 11 anos), 15 milhões de jovens (12 a 14 anos) e 26 milhões de adolescentes (15 a 17 anos) não frequentam a escola em regiões afetadas por conflitos.

O estudo aponta ainda que, apesar dos esforços e progressos feitos nas últimas duas décadas, 15 milhões de garotas nunca tiveram a chance de aprender a ler ou escrever no ensino primário, enquanto o número de meninos é de 10 milhões.

No Brasil podemos destacar o quanto o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), vem sendo importante na busca de atingir melhorias. Segundo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) publicado em 2013 e que avaliou o avanço nas ultimas décadas, #Eca25anos, o Brasil reduziu em 88,8% a taxa de analfabetismo na faixa entre 10 e 18 anos de idade, passando de 12,5%, em 1990, para 1,4% em 2013, conforme dados do Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios (Pnad).

O mesmo relatório avaliou o índice de evasão escolar de crianças e adolescentes no ensino fundamental reduzindo em 64%, passando de 19,6% dos alunos matriculados, em 1990, para 7% em 2013.

Cerimônia de Lançamento Regional do 5º Relatório Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
Em parceria com o Gacc, Associação Australiana realiza Torneio Esportivo Solidário